Cirurgias

Atualmente, as cirurgias de cães e gatos são realizadas em condições muito semelhantes àquelas que se encontram nos centros cirúrgicos humanos. Cirurgias abdominais, ortopédicas, torácicas, cardíacas, oncológicas, entre outras, são realizadas rotineiramente nas clínicas e hospitais veterinários com resultados e segurança surpreendentes.

Na S.O.S. Veterinário, realizamos cirurgias sempre com materiais estéreis, em uma sala cirúrgica apropriada e com o auxílio de um anestesista veterinário de pequenos animais, visando reduzir os risco da cirurgia e potencializar seus benefícios.

Antes da toda cirurgia se faz necessário a realização dos chamados “exames pré-operatórios” (como exames de sangue, radiografias, avaliações cardíacas), os quais são fundamentais para determinar se o paciente está apto ou não ao procedimento.

Caso seja necessário, após o procedimento cirúrgico, o paciente fica internado, sob observação, objetivando minimizar os riscos e promover conforto no pós-cirúrgico. Na S.O.S. Veterinário, as primeiras 24 horas pós-cirúgico são dadas como cortesia.

 

Instruções para o pré-operatório:

>> O animal deve ter um jejum de no mínimo 12 horas para alimentos e 2 horas para água.
>> O paciente devera chegar à clínica pelo menos 30 minutos antes do horário marcado pelo Médico Veterinário.
>> Traga sempre todos os exames realizados no paciente e todas as receitas prescritas pelo Médico Veterinário.
>> Tente estar calmo, pois a ansiedade do proprietário ou responsável pode ser percebida pelo animal.

 

Dicas para o pós-operatório:

>> Ao receber seu animal, deixe-o em um local limpo e tranquilo.
>> Após o procedimento cirúrgico, o animal deve ter repouso, para isso reserve um local pequeno onde ele se movimente o mínimo possível.
>> Alguns pacientes podem agir de forma um pouco diferente do habitual até que o efeito de anestesia passe por completo.
>> Geralmente após as cirurgias são prescritos antibióticos, antiinflamatórios e analgésicos. Caso seu animal não fique internado, é de responsabilidade do proprietário ou responsável a administração destes medicamentos.
>> Algumas intervenções requerem o uso do colar Elisabetano, o qual deve ser adquirido pelo proprietário ou responsável, devendo ser utilizado desde o primeiro instante pós-cirúrgico até a retirada dos pontos cirúrgicos ou segundo orientação do Médico Veterinário. Pode-se também fazer uso de uma vestimenta pós-cirúrgica para substituir o colar.
>> Costuma-se ser necessário a realização de um curativo no local da ferida cirúrgica. Faça-o de acordo com o que lhe foi orientado.
>> Siga sempre as orientações do seu Médico Veterinário a fim de que se evitem complicações pós-cirúrgicas.
>> A retirada dos pontos deve ser realizada de 7 a 15 dias após a data da cirurgia.